quarta-feira, 16 de maio de 2018

Pesquisa: Validação de recursos educacionais

Tecnologias Educacionais (TE) ou Recursos Educacionais Digitais, como o Pacote Padrão UNA-SUS (PPU) são mecanismos utilizados no âmbito da educação em saúde que servirão como dispositivos de mediação para os facilitadores na disseminação da informação/formação; no entanto, sua utilização/aplicação, envolve atitudes que possibilitem atender o público-alvo a quem se destina.

Nesse sentido, entende-se ser necessária a utilização de TE voltadas para as temáticas da área da saúde, como por exemplo, o alcoolismo, a prevenção do suicídio e outras por se tratarem de pautas emergentes na saúde pública, então partimos da compreensão que as tecnologias educacionais em saúde envolvem toda e qualquer experiência de atendimento profissional sistematizado, tanto desenvolvida para situações de serviços novos introduzidos, quanto para situações de serviços que necessitem de atualização e/ou adaptação, que poderão ser mediadas por outras tecnologias, no caso as TE.

A linha de pesquisa Validação de recursos educacionais  objetivou produzir, validar e aplicar tecnologias educacionais digitais e recursos educacionais digitais sobre saúde. Trata-se de uma pesquisa metodológica, considerada uma estratégia que utiliza de maneira sistemática os conhecimentos existentes para elaboração de uma nova intervenção ou melhora significativa de uma intervenção existente, ou ainda, elabora ou melhora um instrumento, um dispositivo ou um método de mediação.

A validação é um processo em que se examina, com precisão, determinado instrumento ou inferência realizada a partir de escores estabelecidos. Utilizou-se da Técnica de Delphi, que é um método para desenvolvimento de consenso, muito útil para a validação de conteúdo de tecnologias. Para a validação de conteúdo, utilizou-se um Índice de Validade de Conteúdo (IVC). Um instrumento passa a ser validado quando múltiplas medidas são empregadas para responder a uma única questão de pesquisa a partir do cálculo do índice de concordância, que indica em que medida as opiniões/considerações/sugestões dos juízes especialistas são apropriadas. O valor de concordância como padrão para estabelecer a excelência da validade de conteúdo de que se está medindo, pode variar de 70 a 100%. Quanto maior o número de convergência dos resultados, após a utilização de várias técnicas para identificar sua viabilidade, maior a possibilidade de comprovar a confiabilidade e validade nos resultados do estudo.

Esta pesquisa foi de extrema importância também para o processo de validação do App UNASUS, do Framework (re)Cursos UNASUS/UEA e da Plataforma UNASUS Recomenda, bem como gerou alguns materiais pilotos como cartilhas abordando temas como alcoolismo e suicídio. Todos os conteúdos gerados serão disponibilizados em breve no ARES.